Tags

, , ,

Minha dedos passeiam

ávidas pelo teu corpo.

Tua cona, nas meus mãos,

uma taça transbordando.

A fenda úmida, se abre.

Minha língua ereta,

que penetra,

e você inundação

com louco prazer.

O vinho do prazer,

provocando

em tua corpo

espasmos e gemidos